Facilitar trabalho com pontos no autocad!!!!

Dúvidas sobre o AutoCAD...

Moderador: Moderadores

Responder
Avatar do usuário
ronaldoalmeida
Bronze 2/3
Bronze 2/3
Mensagens: 200
Registrado em: Qui 07 Out 2004 12:00:00 am
Localização: Florianópolis-SC

Mensagem por ronaldoalmeida »

Wilson,
Normalmente para ler arquivo eu uso uma rotina básica que é esta que foi apresentada que serve para qualquer situação.A execução da rotina seria assim:
(setq lpto (le-txt nomeArquivo))

Após ter fechado o arquivo e salvado os dados numa lista eu faço outra rotina para adequar os dados de lpto para o meu programa.
No caso específico eu pensei que eram números e não precisaria de adequação, mas foi um ledo engano!
O valor de lpto é:
((Id+Nome Norte Este Cota )(SAT 1 44760,914 4923,477 7,191)...
(2 44720,658 4922,521 8,301 ) .... )
Os elementos desta lista são todos variáveis a exceção do 1o. elemento da última linha
ou seja 2 que é um número inteiro.
Isto quer dizer que voce pode fazer:
> (setq 44720,658 "wilson")
>(princ 44720,658)
wilson

Pela notação autolisp um número real é separado por ponto ao invés de virgula!
Devia ser 44720.658 Como voce não fez assim, a coisa se complica. Para prosseguir teria que transformar as variáveis (tipo SYM) em tipo STR o que eu acredito que não compensa. Desista desta rotina!

HugoPaulo,
Voce tem razão!Eu estou no forum errado!
Uma coisa eu lhe digo: eu aprendi a programar em linguagens funcionais (Lisp ,APL,Gauss,..) antes das linguagens procedurais(Basic,C,Pascal..). Eu tenho tratamento diferenciado para elas o que na minha observação voce não tem. Este é o meu ponto de vista da sua generalização das linguagens. É isto que queria trazer para este forum, mas já ví que não tenho espaço pra isto.Eu aprendí a programar em Lisp a partir de livros de Lisp puro. O meu raciocínio e maneira de programar é mais lispiano que o seu! Em suma, voce pode saber de autolisp , mas lisp voce não sabe como eu!
Um grande abraço e chega de discussão!
ronaldo
Avatar do usuário
hugopaulo
Master
Master
Mensagens: 1873
Registrado em: Dom 29 Fev 2004 12:00:00 am

Mensagem por hugopaulo »

ronaldoalmeida escreveu:Wilson,
Normalmente para ler arquivo eu uso uma rotina básica que é esta que foi apresentada que serve para qualquer situação.A execução da rotina seria assim:
(setq lpto (le-txt nomeArquivo))

Após ter fechado o arquivo e salvado os dados numa lista eu faço outra rotina para adequar os dados de lpto para o meu programa.
No caso específico eu pensei que eram números e não precisaria de adequação, mas foi um ledo engano!
O valor de lpto é:
((Id+Nome Norte Este Cota )(SAT 1 44760,914 4923,477 7,191)...
(2 44720,658 4922,521 8,301 ) .... )
Os elementos desta lista são todos variáveis a exceção do 1o. elemento da última linha
ou seja 2 que é um número inteiro.
Isto quer dizer que voce pode fazer:
> (setq 44720,658 "wilson")
>(princ 44720,658)
wilson

Pela notação autolisp um número real é separado por ponto ao invés de virgula!
Devia ser 44720.658 Como voce não fez assim, a coisa se complica. Para prosseguir teria que transformar as variáveis (tipo SYM) em tipo STR o que eu acredito que não compensa. Desista desta rotina!

HugoPaulo,
Voce tem razão!Eu estou no forum errado!
Uma coisa eu lhe digo: eu aprendi a programar em linguagens funcionais (Lisp ,APL,Gauss,..) antes das linguagens procedurais(Basic,C,Pascal..). Eu tenho tratamento diferenciado para elas o que na minha observação voce não tem. Este é o meu ponto de vista da sua generalização das linguagens. É isto que queria trazer para este forum, mas já ví que não tenho espaço pra isto.Eu aprendí a programar em Lisp a partir de livros de Lisp puro. O meu raciocínio e maneira de programar é mais lispiano que o seu! Em suma, voce pode saber de autolisp , mas lisp voce não sabe como eu!
Um grande abraço e chega de discussão!
ronaldo
Wilson

Não desista não. Estou desenvolvendo uma rotina para o caso que você apresentou. As explicações que não pode ser feito causa espécie. Sei que o tempo urge mas espere só um pouco e você não precisará jamais de etos, itos, otos, utos e outros para transformar nada em coisa nenhuma.

Um Abraço!

Ronaldo Almeida

Mais uma vez. Quem decide se chega ou não de discussão sou eu. Antiguidade é posto.

Corrigindo: você aprendeu a sintaxe de linguagens funcionais. Quem sabe programar o faz em qualquer linguagem. Não é a linguagem que determina a programação. E nunca o será. Esta é uma abstração que está muito longe do seu conhecimento e aprendizado.

Axioma: A Arte de Programar abrange toda e qualquer linguagem.

Conheci a linguagem LISP em 1962. Fortran, que foi liberado em 1957, em 1961 juntamente com Cobol, liberado em 1959. APL e PL1 em 1968 na IBM e reestudei em 1983.

Atualmente uso LISP para minhas pesquisas pessoais. Você sabe qual o LISP que está em uso comum hoje ?

Sabe quem escreveu a seguinte frase:

"LISP will become obsolete when someone makes a more comprehensive language that dominates LISP practically and also gives a clear mathematical semantics to a more comprehensive set of features."

Não existe tratamento difereciado para linguagens. Existe conhecimento de causa e efeito sobre todas elas e como Professor de Lógica de Programção ( que você não é ) ensino a diferença entre todas elas ( o seu "diferenciado" ) .

Você tem o espaço que quiser neste ou em qualquer fórum desde que não traga conceitos inadequados ou sumamente "personalizados para o seu ego" e distorcer aplicações que você ainda nem compreendeu o uso ( "sym" e "str" ).

Em suma, o que é LISP puro ? O que é "lispiano" ? Eu respondo: IDIOSSINCRASIAS.

Não quero mudar seu ponto de vista. Ele é só um Ponto ( . ). Não tem nenhuma dimensão. Não atinge a minha Inteligência e o meu Raciocínio. Não me afeta. Vou continuar a postar aqui e combater todas as formas de colocações inadequadas e subjetivas que prejudicam e criam polêmicas mais do que ensinam como aquela que colocaram aqui: "os programas são totalmente carregados na memória". Cáspite!

Bem dizia o escritor e filósofo H. G. Wells:

"The human history is a race between education and catastrophe."

Não perca tempo em responder. Não concordo por antecipação mesmo que seja elogio.

Saudações!
hugopaulo
AutoLISP Não É LISP ==> VISUAL LISP não é Linguagem
Avatar do usuário
Wilson_ecv
Bronze 1/3
Bronze 1/3
Mensagens: 116
Registrado em: Seg 18 Out 2004 12:00:00 am
Localização: Florianópolis-SC

Mensagem por Wilson_ecv »

Primeiramente, agradeço ao hugopaulo e ao Ronaldo por estarem me ajudando.

Ronaldo: se é problemático arquivos com virgulas eu posso converter para pontos e está solucinado parte do problema!!!!!!

Hugopaulo: não se preocupe demais coim o tempo, não tenho muita pressa valeu!!!!!

Vou testar as orientaçoes indicadas e depois mando mais comentários!!!!!!!
::::::VALEU:::::::

Wilson Ricardo
Responder